sábado, 23 de janeiro de 2010

Deserto, névoa e o Oceano Pacífico



Dizendo adeus à incrível região dos vulcões, ao sul do Chile, seguimos para a parte norte do país. A paisagem verde e suas inúmeras plantações aos poucos foram substituídas dando retorno ao velho deserto. Preparem os bolsos, pois o que há de mais caro por aqui são os pedágios que se espalham aos montes pela rodovia.

Valparaíso

Viña Del Mar

Uma rápida passagem pela capital Santiago e seguimos para a região litorânea, costeada pelo oceano Pacífico (que de pacífico não tem quase nada). Durante grande parte do percurso fomos encobertos por uma densa névoa que só foi se dissipar na parte da tarde.



Pelo caminho é possível avistar inúmeras criações de cabras que ao invés de serem cercadas por madeira e arames são rodeadas por cercas de cactos. Por toda rodovia é possível se deparar com inúmeros vendedores de doces e salgados que ficam agitando uma espécie de chicote para chamar a atenção dos viajantes.

La Serena

Ao fim do dia chegamos a cidade de La Serena, com uma praia belíssima e lotada de turistas. Um dos fatos mais curiosos são as vias de salvação em caso de Tsunami. São várias avenidas largas desenvolvidas para dar suporte aos habitantes da cidade em caso de ondas gigantes lavarem o município.

Oh meu Deus! Um Tsunami!

Por hoje ficaremos por aqui, amanhã seguiremos para a nova etapa da viagem: o Deserto do Atacama.

Cleber Facchi

Um comentário:

  1. Guilherme Kaminski26 de janeiro de 2010 16:16

    Mas que beleza, gente! Aproveitem bem esta viagem e nós vamos de carona. Um abração pro Lori e a Marinês. E cuidado com o movimento no deserto.

    ResponderExcluir